whole e minha obsessão por comida

22 de maio de 2017


Lembram que em janeiro postei aqui no blog sobre um programa alimentar que estava seguindo? O Whole30? Pois é, eu disse que ia dar a minha opinião sobre a experiência que é ficar 30 dias sem consumir açúcar, glúten, lactose, grãos e bebida alcoólica. Quais são os efeitos disso no nosso corpo? Bom, já que eu não dei satisfação pra vocês da primeira vez perdoem a pessoa aqui, resolvi seguir o programa mais uma vez para ter certeza do que ia falar aqui.

Na primeira vez me senti bem cansada, sonolenta. Já da segunda vez não, me senti disposta como sempre, dormi super bem, tinha forças pra treinar e fazer meus cardios. Na primeira vez fiquei muito irritada, fora do comum... da segunda vez tive um pico de irritação loucura kkk no 15º dia, mas em geral foi bem mais tranquilo. A vontade comer doce na primeira vez foi insana, da segunda vez também tive muita vontade, mas não tanto quanto. Eu não respeito quantidades e nem horários, a regra pra mim é: tô com fome vou comer os alimentos permitidos é claro.

Na primeira vez perdi 5kgs, 5cm na cintura e 3% do percentual de gordura. Na segunda vez perdi 4kg e 3cm na cintura (como não fiz a bioimpedância não sei qual foi a perda de no % de gordura). Mas, vamos as considerações que importam: Peso não é nada, sempre digo isso. O que mais importa é se o percentual de gordura está dentro do aceitável (para mulheres gira em torno de 20%) e se você está saudável. Ahh, na primeira vez fiz 30 dias, dessa vez fiz 26 (porque eu estava doida por um vinho) <3

Eu sei que não sou gorda, então ninguém precisa apontar o dedo pra mim e dizer "nossa, menina louca fazendo dieta". O meu problema vai muito além... eu tenho uma certa compulsão/obsessão por comida, pode parecer exagero falar em compulsão, mas é assim que eu me sinto. Eu acordo pensando no que vou comer e logo já estou pensando no almoço e jantar. Quando chego em algum lugar a primeira coisa que me atrai é a comida. Em muitas ocasiões não consigo me controlar, como, como, como, até o estômago doer... depois me arrependo é claro, mas aí já é tarde. E foi com o whole e outros planos alimentares que segui que consegui obter um certo controle sobre a comida. Isso não tem preço gente... conseguir dizer não para um pote de doce de leite??!!! Cês tem noção da vitória que é em minha vida?! #WeAreTheChampions

O meu caso é esse, o seu será outro. Cada pessoa é diferente, cada corpo responde diferente. Mas, uma coisa eu posso dizer: Se você quer, não há nada que possa te impedir. Comece hoje, comece agora, um passo de cada vez, sempre dentro dos seus limites, devagar e sempre. Se cuidar, fazer exercícios e ter uma dieta equilibrada faz toda a diferença em todos os aspectos da nossa vida.

A minha luta agora é para conseguir manter uma alimentação saudável durante a semana e no fim de semana fazer as minhas extravagâncias pizza eu te amo <3 E aí a gente vai buscando o equilíbrio sempre. Lembrando gente que esse é um relato da minha experiência, é muito importante buscar aconselhamento profissional para seguir uma dieta.

Para quem quiser saber mais sobre o whole é só acessar o site do programa.


red & pink

19 de maio de 2017


Se tem uma cor que eu AMO depois do preto, claro é o vermelho. Vermelho me chama, não posso ver uma peça dessa cor que lá vou eu provar. Acho que é uma cor democrática e que variando a tonalidade cai bem em praticamente todo mundo. E olha só que coincidência: Vermelho é trend. Mas, não bastasse toda a intensidade do tom, vermelho vem com um brinde: o pink. "MAS CREDO, QUE HORROR É ISSO? Duas cores fortes e vibrantes podem formar produções elegantes e cools?!" Simmm, podem e não é de hoje. O cuidado fica na hora de escolher o modelo das peças... já que são duas cores bastante vivas e sexys, na hora de combina-las é melhor optar por peças mais estruturadas, tecidos mais encorpados para não ter a chance de cair na vulgaridade. Se você é mais discreta e mesmo assim quer apostar na combinação, tente um rosa claro com o vermelhão, também cai bem. Quem foi que disse que o inverno precisa ser neutro? Bora se jogar nesse mix de cores cheio de personalidade!!!









Fotos: Pinterest

new hair

9 de maio de 2017

Oi meninas, tudo bommmmmm???!!!

Vocês sabem que eu AMO mudar e aí é preciso ter um cabeleireiro de confiança pra encarar minhas loucuras, né?! Há menos de um mês escureci os fios - tonalizei num tom quase preto - e aí agora precisava clarear novamente e não tive dúvidas de que o meu top cabeleireiro Bruno José ia arrasar mais uma vez, pra variar. Cheguei lá com uma ideia na cabeça e ele simplesmente superou as expectativas, o tom que queríamos era o "doce de leite", que está super em alta no mundo dos cabelos, e tcharããããn, muito mais rápido do que eu imaginava o procedimento todo durou 2h30m conseguimos a cor que eu queria. Fala sério se ele não é espetacular? Ficou super natural, parece que nasci assim tá bão Isadora, senta lá.

O cabelo não estragou porque na semana passada nós o preparamos - fizemos a Polireparação da Wella (que inclusive está em promoção esse mês por R$ 120,00). Depois da descoloração também fizemos o Liquid Hair (um tratamento que faz a reposição molecular do cabelo) para dar aquele aspecto de saudável.

Simplesmente AMEI o resultado. Indico o Bruno de olhos fechados, para quem quiser mudar ou dar aquela recuperada no cabelo vale dar uma passadinha lá no Cris Sanches. #SeFuiMorenaNãoMeLembro #IlumineiEAmei



CRIS SANCHES ESTILO E BELEZA
Rua Duque de Caxias, 588
(45) 3096-2497
Whats (45) 99947-4763



Isadora Markus • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2016 • Powered by Blogger • Desenvolvimento por