amor cretino

14 de julho de 2016

Puta que pariu. As palavras simplesmente escorreram da minha boca. Puta que pariu. De onde veio tanta coragem? Ou seria estupidez? Você já se pegou com aquela sensação de arrependimento por algo que realmente precisava fazer? Puta que pariu, fui duro demais, direto demais, cretino demais. Quem disse? Ser cretino faz parte, ninguém está a salvo. Como quebrar o coração de alguém sem ser um babaca? Como destruir pedacinho por pedacinho dos sonhos de alguém sem ser um canalha? Então, você quer me dizer que no dicionário da vida ´sincero´ quer dizer: cretino, babaca, canalha? Quero, e você não ouviu errado. Quando o namorado da sua amiga a deixou porque se apaixonou por outra, o que foi que você disse a ela? Que CRETINO, não acredito. Pois, acredite. Mas, quem pode culpa-lo por ter visto em outros olhos uma razão para sorrir? Posso mudar de chocolate favorito, desgostar de coca-cola, me decidir por nuggets ao invés de fritas, mas tenho que te amar pra sempre. Quem foi o cretino que inventou que amor tem que ser pra sempre e quem não leva isso pro túmulo é um cretino? Cretinos. É triste ver os caquinhos do coração espalhados pela sala? É, e como é. Mas, mais triste ainda é vê-los colados tentando ser inteiros quando já não são. Que se estilha-se, espatife, seja esmagado e pisoteado, mas ressurja do zero. Pode parecer que eu esteja querendo que o seu coração seja despedaçado, e pensando bem eu quero mesmo. Porque soldado que volta do combate sem ferimentos não tira lição. Porque a moral da história está nos erros e nas pedras no meio do caminho. Na verdade, eu só desejo que o seu coração se quebre pra que você veja como ele pode ser inteiro outra vez. Pois coração não é como confiança, é totalmente o oposto... depois que quebra pode nunca mais ser o mesmo, mas pode ser muito melhor. Não aceite migalhas, você não é um pombo em Roma morrendo de fome. Amor bom é o amor que ama e é amado, o resto deixe para os livros e cartas de amor.

Isadora Markus

Foto: Internet

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário



Isadora Markus • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2016 • Powered by Blogger • Desenvolvimento por