Saia Mídi

4 de abril de 2014


Algumas tendências agradam praticamente gregos e troianos, já outras são mais duvidosas e ousadas como é o caso do comprimento midi aquele que bate na canela. As saias mídi vem em diversas modelagens: reta, evasê ou A, plissada, godêEu acho super feminino e da um ar lady like, mas entendo quem não gosta e acha coisa de véia, acha que encurta as pernas, achata a silhueta e coisas assim. De fato, as mulheres mais baixinhas devem tomar um certo cuidado, o comprimento ideal para elas é logo abaixo do joelho, enquanto as mais altas podem usar a saia um pouquinho mais comprida.


Algumas dicas importantes para as corajosas adeptas dessa peça.

Baixinhas: escolham o corte reto ou evasê para alongar o corpo. Quanto as cores, prefira looks monocromáticos tom sobre tom para dar ilusão de corpo mais esguio e não cortar a silhueta.

Cintura marcada. Com cintos finos ou grossos o importante é marcar. Como a mídi já é protagonista no look, nesse caso escolha tops mais justos que evidenciem a cintura.

Salto alto ajuda a alongar a silhueta seja você alta ou baixa, de preferência com o peito do pé a mostra.

Decotes são bem-vindos na parte de cima não a la Larissa Riquelme, lógico.

Para as gordinhas o ideal são as mídi godê ou em forma de 'A' com tecidos mais leves. Essa dica serve também para quem tem os quadris mais largos. Fuja das estampas.

Como a peça já tem um ar mais senhora, alguns cuidados são importantes para não ficar parecendo vovó. Acessórios mais clássicos e sérios como pérolas devem ser evitados. O uso de t-shirts e acessórios divertidos e modernos são o ideal para quebrar a seriedade da saia.







E aí, quem aí gostou e vai aderir a saia mídi? Beijos

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário



Isadora Markus • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2016 • Powered by Blogger • Desenvolvimento por