Eu quero MAIS

24 de outubro de 2012

Eu quero menos Sr. Grey e mais Harry Tiago Potter. Quero mais Msn e Icq e menos Facebook. Quero fotos estampando álbuns e não capas de redes sociais. Quero mais Taí, Tubaína e Mirinda e menos Coca Zero. Quero mais joelho roxo e menos dedos calejados de vídeo-game. Quero mais carrinhos de rolimã e menos mortal kombat. Quero mais gente na avenida no carnaval e menos gente dormindo no natal. Quero mais gente comemorando um Novo Ano e não um Ano Novo. Quero mais arco-íris e menos Tons de Cinza. Quero um pouco mais de cumplicidade, um pouquinho mais de conversa e menos tempo em frente ao computador. Quero mais risadas e menos lágrimas. Quero mais feriados e menos trabalho. Quero mais vida e menos acidentes. Quero mais prevenção e menos doenças. Quero um pouco mais de dezembro e um pouco menos de agosto. Quero mais sol, mais verão, mais calor no coração e menos inverno. Quero mais passeios no parque e menos horas dentro do escritório. Quero mais viagens de última hora e menos planos que nunca são cumpridos. Quero mais surpresas e menos previsões. Quero coisas inesperadas, imprevisíveis, incertas. Quero a dúvida, quero o sim e também quero o não. Quero uma rua de chão batido e não asfalto. Quero um rio, um cobertor e uma fogueira e não uma lareira num apartamento luxuoso. Quero poucos e bons amigos por perto e não quero inimigos. Não quero filas, não quero raiva, não quero cartões de créditos, muito menos faturas no fim do mês. Quero brilho nos olhos, emoção no sorriso, vontade no abraço e beijos mais sinceros. Quero uma porção de coisas, quero um montão de gente por perto e um milhão de sorrisos para gente sorrir. Quero um tempo passou, mas também quero o aqui e agora. Quero lugares que eu nunca vi, mas também quero a minha pequena cidade. Quero os meus mais antigos amigos e nossas loucuras em plena madrugada. Quero mais sintonia, mais alegria, um pouquinho mais de compreensão. Quero que tudo fique mais claro, mais bonito, mais agradável. Quero acordar quando der na telha e dormir de cansaço depois de um dia feliz. Quero fechar os olhos e não pensar. Quero mais praia, mais mar, mais confraternização, mais férias. Quero que o dinheiro importe menos, que a gente aprenda a viver abertamente. Quero um dia poder ter filhos, quero que eles cresçam como eu cresci. Quero mais mãos amigas e menos assaltos. Quero menos saudades e mais viagens de avião. Quero mais frio na barriga e cabeça erguida. Quero esperar na esquina. Quero um dia de cada vez. Quero dois fins de semana por semana. Quero mais cor no céu. Quero mais alma, mais humanidade, mais vontade de fazer valer a pena. Quero menos comodismo e mais loucura. Quero mais beleza, menos tristeza. Quero mais esperança, menos agonia, mais palavras de carinho, muito mais SINCERIDADE. Quero vida longa, quero mais drinks. Quero falar mais besteira, é tão bom, tão saudável. Quero menos seriedade, isso envelhece. Quero mais espontaneidade e menos frases prontas. Quero mais caretas e menos maquiagem. Quero mais cara a cara e menos mundo virtual. Quero mais sorte, mais estradas e mais vento na cara. Quero menos distância e complicações. Quero tudo e mais um pouco. Quero que a vida sossegue e ao mesmo tempo seja intensa. Quero um par de coisas que são tão possíveis. Quero mais pessoas boas, sinceras, sabe? Daquelas que transbordam bom humor, olhar carinhoso e alma colorida. Não quero pessoas geladas, artificiais e sem escrúpulos. Quero mais mãos dadas, mais música e quiosques com caipirinhas. Quero menos hipocrisia, falso moralismo, intromissão. Quero mais satisfação, quero crer no amor, quero mais lua cheia. Quero mais coragem, quero fazer o que eu quiser. Quero ser quem eu quero ser. Quero estar onde eu queira estar. Quero mais liberdade, menos libertinagem. Quero menos dieta e mais churrascos de comemoração. Quero a cervejinha no fim do dia, quero um beijo de boa noite e alguém para abraçar. Quero que você seja você da forma mais sua que puder. Eu quero paz, eu quero amor, quero amizade, quero felicidade e alegria da forma mais simples que puder existir. E como dizia Lulu "hoje o tempo voar, amor, escorre pelas mãos, mesmo sem se sentir, que não há tempo que volte amor, VAMOS VIVER TUDO QUE HÁ PRA VIVER, VAMOS NOS PERMITIR".

Hoje eu to vestindo o meu melhor look



"Que isso valha para qualquer pessoa"
Com o perdão da palavra e do grande texto,
IsadoraMarkus.

Comentários via Facebook

5 comentários:

  1. "Quero que você seja você da forma mais sua que puder"

    tô em sintonia contigo, Isa!
    Adorei o texto! :*

    ResponderExcluir
  2. Vejo com teus olhos minha princesa da Índia. Te amo!

    ResponderExcluir
  3. queremos e esperamos mais amiga!! lindo... te amo

    ResponderExcluir
  4. "Quero acordar quando der na telha e dormir de cansaço depois de um dia feliz" essa é a melhor parte desse texto maravilhoso.. parabéns Isa :*

    ResponderExcluir
  5. Mt foda o texto!!!! Parabéns

    ResponderExcluir



Isadora Markus • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2016 • Powered by Blogger • Desenvolvimento por